Labels

domingo, 19 de outubro de 2014

Historias reais - Annabelle, A Boneca Demoniaca

destaque

Tida como como verdadeira, a história fala sobre uma boneca possuída, que foi responsável por várias manifestações demoníacas nos Estados Unidos, na década de 70. Contam que tudo começou quando a jovem Donna foi presenteada com uma antiga boneca por sua mãe. Ela havia acabado de entrar para a faculdade e dividiria um apartamento com sua amiga Anngie, uma enfermeira.

Apesar de ter achado o presente um tanto infantil, Donna deixava a boneca sobre sua cama todas as manhãs. Foi então que ela e Anngie começaram a perceber coisas estranhas acontecendo no apartamento. A própria boneca começou a se mexer, primeiro com movimentos quase imperceptíveis, como a mudança da posição das mãos; depois, passou a aparecer em outros cômodos do apartamento.

Para deixar as coisas ainda mais estranhas, mensagens a lápis em pergaminho super antigos começaram a surgir na casa. Donna achava aquilo tudo muito medonho, até porque ela e sua amiga não tinham aquele tipo de material tão antigo. As mensagens também eram arrepiantes, sempre pedindo por ajuda


3 2


Donna e Anngie resolveram recorrer a um médium quando encontraram, certa vez, as mãos da boneca ensanguentadas. Foi então que elas descobriram que o espírito de uma menina, Annabelle Higgins – que morava naquele mesmo apartamento -, possuía a boneca.

Aparentemente, Annabelle só tinha 7 anos quando morreu e havia encarnado no brinquedo por precisar de atenção e carinho. Donna, então, se compadeceu com a história e permitiu que a boneca possuída permanecesse na casa.

Mas, parece que essa não foi uma boa escolha. Coisas ruins começaram a acontecer. A boneca, inclusive, tentou matar enforcado um amigo de Donna, que dormiu no apartamento uma noite. Como não conseguiu matar o rapaz, no dia seguinte ela voltou a atacá-lo, mas de uma forma mais sobrenatural: Annabelle preparou uma emboscada para o rapaz, o atraindo para a sala. Quando estava sozinha com ele, um ser invisível lhe enfiou as garras no peito, deixando sua pele cortada e sua camisa cheia de sangue. O mais impressionante de tudo é que o ferimento, quente e profundo, se fechou quase na mesma hora.

Donna, então, tomou uma decisão drástica. Contatou um padre, conhecido por lidar com possessões. Além disso, o casal Ed e Lorraine Warren – famosos por tratar com assuntos demoníacos e paranormais – também se interessou pelo caso e tomou frente das investigações. No final das contas, eles descobriram que, na verdade, a boneca não estava possuída, mas que havia um espírito que manipulava o brinquedo para se aproximar das pessoas, na tentativa de conseguir um hospedeiro humano!

O apartamento das meninas foi exorcizado por dias e a boneca foi levada pelo casal para o Museu Ocultistas, em Connecticut. Nesse lugar – que eles construíram especialmente para guardar objetos e relíquias dos casos que resolviam – foi preparado um espaço especial para Annabelle, onde ela permanece até hoje em exposição.

1

FATOS REAIS SOBRE O FILME

Como você viu até aqui, a história de Annabelle é um prato cheio para as produções cinematográficas. Aliás, o filme da boneca vai ser lançada nesse mês de outubro, no dia 9, em todo o Brasil. E, para entrar no “clima” de Halloween já tem até pegadinha com a boneca rolando por ai e “matando” muita gente de medo!


O marido realmente deu a boneca Annabelle para sua esposa grávida de presente na vida real?
Não. No filme Annabelle, o marido John Form (Eric Laden) dá a boneca para sua esposa grávida Mia (Annabelle Wallis) como um presente. Tudo ficção. John e Mia Form são personagens fictícios. Como vimos na história real, a boneca Annabelle verdadeira foi dada como um presente de aniversário de uma mãe para sua filha, Donna, uma estudante de enfermagem que estava fazendo 28 anos. A mãe de Donna comprou a antiga boneca Raggedy Ann em uma loja de passatempo no ano de 1970. O filme mostra os acontecimentos antes da mãe comprar a boneca para Donna, oferecendo um relato fictício de como o demônio poderia ter entrado nela.


Foram os proprietários anteriores da boneca realmente atacados por membros de um culto satânico?
Não. Esta parte do filme é pura ficção, que acontece em 1969, um ano antes de Donna ter a posse da boneca na vida real. Ele foi criado para fornecer uma explicação ficcional sobre a forma como o espírito demoníaco se tornou ligado à boneca. Na vida real, o espírito finge ser a de uma jovem inocente chamada Annabelle Higgins (a real Annabelle Higgins supostamente morreu quando ela ainda era uma criança, e não como um adulto