Labels

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Deuses Americanos - Entendendo a Serie e O livro

Resultado de imagem para deuses americanos novos deuses

A premissa central do romance é a de que os deuses e as criaturas mitológicas existem porque as pessoas acreditam neles. Os imigrantes que chegaram aos Estados Unidos levaram consigo espíritos e deuses. Porém, o poder destes seres mitológicos foi diminuindo à medida que as crenças das pessoas foram desaparecendo. No entanto surgiram novos deuses que refletem as obsessões dos americanos como a mídia, as celebridades, a tecnologia e as drogas, entre outros.

Shadow é um ex-condenado que é libertado mais cedo da prisão quando a sua esposa Laura Moon e o seu melhor amigo Robbie morrem num acidente de carro, deixando-o completamente só. Shadow, que também está falido, aceita trabalhar como guarda-costas para um vigarista misterioso chamado Mr. Wednesday que parece saber mais sobre a sua vida do que deixa transparecer. Shadow e Wednesday viajam por todos os Estados Unidos para visitarem os colegas estranhos de Wednesday até Shadow perceber que Wednesday é a encarnação do deus Odin. Wednesday está a tentar reunir manifestações americanas dos Velhos Deuses da mitologia antiga, cujos poderes diminuíram com o decréscimo de crentes, para participarem numa batalha épica contra os Novos Deuses Americanos: manifestações da vida moderna e da tecnologia tais como a internet, a mídia e os meios de transporte modernos. Shadow conhece muitos deuses e criaturas mágicas, incluindo Mr. Nancy (Ananse), Czernobog e um duende chamado Mad Sweeney que lhe oferece uma moeda de ouro mágica. Shadow lança a moeda para a cova da mulher, o que faz com que ela regresse dos mortos.


Resultado de imagem para deuses americanos novos deuses

Shadow e Wednesday tentam convencer os Velhos Deuses a lutar contra os novos, mas a maioria mostra-se relutante em participar. Os Novos Deuses capturam Shadow (através de um grupo de Homens de Negro sombrios liderados pelo misterioso Mr. World), mas Laura salva-o e mata vários Homens de Negro. Wednesday esconde Shadow com alguns deuses egípcios fugidos (Tot, Anúbis e Bastet; no romance Mr. Ibis, Mr. Jaquel e um gato castanho comum) que têm uma casa funerária em Illinois. Depois leva-o para uma vila calma nos Grande Lagos, Lakeside. Aqui Shadow conhece muitos habitantes locais caricatos, incluindo Hinzelmann, um idoso que conta histórias fantasiosas à sua maneira, e Chad Mulligan o chefe da polícia local. Lakeside é um local pacífico e idílico, mas Shadow suspeita que se passa algo de errado. Enquanto que as vilas vizinhas foram abandonadas, Lakeside resiste misteriosamente. Além disso, acontecem desaparecimentos de crianças com bastante frequência. Shadow não consegue investigar mais uma vez que se encontra ocupado a viajar pelos Estados Unidos com Wednesday e a conhecer personagens como Johnny Appleseed e a deusa Ostara para pedir a sua ajuda. Durante todas as viagens, os dois são perseguidos por Homens de Negro, particularmente por Mr. Town que culpa Shadow pela morte dos seus amigos.

Resultado de imagem para deuses americanos novos deuses

Por fim, os Novos Deuses mostram-se disponíveis para negociar termos com Wednesday, mas matam-no no encontro. Este ato leva os Velhos Deuses a partir para a ação e a unirem-se com um objetivo comum para batalhar. Shadow está obrigado pelo seu contrato com Wednesday a fazer uma vigília que consiste em recriar a imagem de Odin pendurado na "Árvore do Mundo" com uma lança a perfurá-lo. Shadow morre e visita a terra dos mortos onde é guiado por Tot e julgado por Anúbis. Páscoa acaba por o ressuscitar. Durante o tempo em que passa entre a vida e a morte Shadow descobre que é filho de Wednesday e que foi concebido como parte do plano da divindade. Ele apercebe-se de que o Mr. World é secretamente Loki Liesmith e de que Odin e Loki trabalharam juntos numa burla. Eles orquestraram o nascimento de Shadow, o seu encontro com Loki disfarçado na prisão e a morte de Laura. Como parte da burla, Loki tinha pedido o assassinato de Odin para que a batalha entre os Novos e os Velhos Deuses servisse como um sacrifício para Odin, o que restauraria os seus poderes, enquanto Loki se alimentaria do caos da batalha.

Imagem relacionada

Shadow chega a Rock City, o local da batalha a tempo de a impedir. Ele explica que os dois lados não têm nada a ganhar e têm tudo a perder e que os únicos vencedores serão Loki e Odin. Shadow diz-lhes ainda que os Estados Unidos são um mau local para os deuses e que eles deviam regressar aos seus países. Os deuses partem, o fantasma de Odin desaparece e Laura impala Loki num ramo da Árvore do Mundo. Ela acaba por morrer de vez quando Shadow lhe retira a moeda mágica.

Shadow regressa a Lakeside onde descobre finalmente o segredo da vila. As crianças desaparecidas são raptadas por Hindelmann que é um kobold. Hinzelmann abençoou e protegeu a vila, fazendo-a prosperar apesar das dificuldades que assolaram o resto da região em troca do sacrifício dos habitantes mais novos. Shadow provoca a morte de Hinzelmann.

Na Islândia, Shadow conhece outra incarnação de Odin que foi criada pela crença dos colonos originais daquele país e que é, portanto, uma versão muito mais próxima da mitologia original de Odin do que Wednesday. Shadow culpa Odin pelas ações de Wednesday, ao que Odin responde: "Ele era eu, sim. Mas eu não sou ele". Shadow oferece a Odin o olho de vidro de Wednesday e ele coloca-o num saco de cabedal. Shadow faz um truque simples de moeda que encanta Odin o suficiente para lhe pedir para o repetir. Então, Shadow faz um pouco de magia verdadeira ao fazer aparecer uma moeda de ouro do nada. Ele lança-a ao ar e, sem esperar para ver se ela chega a cair, desce uma colina e afasta-se do deus.

O livro também inclui várias histórias secundárias e cenas adicionais que detalham as aventuras de vários seres mitológicos da América. A Rainha de Sabá trabalha como prostituta e mantém-se jovem e poderosa por se alimentar dos homens com quem dorme; um vendedor de Oman conhece um Ifrit que é taxista; os primeiros exploradores Vikings que chegam à América trazem consigo os seus deuses, incluindo Odin; uma mulher da Cornualha torna-se fugitiva no novo mundo e sem se aperceber espalha pixies e fadas da sua região de origem; os escravos da África levam os seus deuses tribais para as ilhas das Caraíbas e para a América; e em 14 000 A.C. nascem os deuses dos primeiros imigrantes da América